Melhor Blogue de Fotografia de Viagens 2014, 2015 e 2016 (BTL Blogger Travel Awards) // Melhor Blogue de Viagens Open World 2017 (Momondo)

As igrejas de Velha Goa

Pornnem Goem. Adlem Gõi. Goeam. Old Goa.

Velha Goa em português. Antiga capital da Índia portuguesa no auge do Império, o seu destino faz lembrar a Ilha da Páscoa. Diz-se que chegou a ter 200 mil habitantes, o que era mais o que Lisboa inclusive. Depois veio a doença. Malária, cólera, peste.  Foi abandonada no século XVIII e hoje não sobra praticamente nada da metrópole.

Ficaram as igrejas, agora classificadas como Património Mundial: a igreja de São Francisco de Assis, a Sé Catedral e a Basílica de Bom Jesus.

De Panjim, a atual “capital” do estado de Goa, faz-se facilmente um “day tour” até Velha Goa. Nem tanto. Uma tarde será suficiente para ver o essencial. As igrejas lindíssimas. Por mais que saibamos de antemão que em Goa vamos encontrar edifícios tipicamente portugueses, não deixa de nos surpreender o quão longe fomos construir as nossas casas, palácios e igrejas.